Uber e drones: transformação na construção civil

No lugar do esforço humano ou de uso de guindastes, o drone facilita o acesso à imagens e ângulos, conectando os diferentes elementos de uma construção de modo muito prático.

Os drones possuem a habilidade de chegar a lugares de mais difícil acesso de forma rápida e ágil, permitindo observar o andamento de uma construção desde o seu momento inicial como mapeamento de terreno até fases mais superiores como campanhas publicitarias para vendas de imóveis.

Além dessas vantagens, os drones otimizam o tempo, reduzem custos e aceleram os resultados.

Segundo Chase Olson, CEO da Smart Sky Consulting, a tecnologia dos drones abre novas oportunidades e caminhos em um dos principais setores da economia no Brasil: a construção.

Fora do país, as empresas estão deixando de alugar drones e terceirizar o serviço. Hoje elas já estão criando equipes internas de pilotos de drones para otimizarem tempo e reduzirem gastos. Isso se deve pelo fato dos drones se tornaram uma ferramenta essencial para todo o ciclo que engloba uma construção.

A empresa Smart Sky Consulting trabalha para encurtar a curva de aprendizado das empresas que queiram criar esse departamento de pilotos de drones no Brasil. De acordo com Chase Olson, o “tempo estimado para essa estruturação em empresas fora do país é de 24 meses. Por aqui conseguimos fazer em um período de seis a nove meses”.

O uso dos drones é uma alternativa de retomada do crescimento do setor de construção, que conta com mais de um milhão de empresas ativas no Brasil.

Porém, como isso funciona na prática? Como o drone pode contribuir para impulsionar um dos setores que mais empregam no país?

Chase Olson comenta que a precisão dos drones aliada à facilidade e mobilidade são capazes de gerar uma redução de até 40% nos custos operacionais de uma obra.

“Os drones aceleram os processos, facilitam as inspeções, avaliam os problemas e ajudam na busca por alternativas, além da redução da carga de trabalho dos colaboradores e a alocação mais eficiente de pessoal. Para colocar isso em prática é preciso investir em tecnologia e aplicações utilizadas fora do país. Por exemplo, na Smart Sky investimentos na exclusividade de uso do Site Scan da 3DR no Brasil. A solução é aplicada em obras pelos países desenvolvidos e considerados referência quando o assunto é o uso de drones na construção civil”.

Um exemplo do uso da tecnologia Site Scan da 3DR é a construção da nova sede do Uber com drones.

Para construir a sua nova sede, a Uber contratou a Truebeck Construction, uma empreiteira de São Francisco, nos Estados Unidos. A empresa de construção, responsável também por projetos como o Steve Jobs Theatre no Apple Park, criou um departamento interno de drones que está em plena ascensão e é comandado pela equipe de construção virtual.

A estimativa é que 95% dos dados coletados por drone na obra da nova sede do Uber são utilizados para o levantamento de imagens externas das construções, cronograma, qualidade dos serviços e relatórios de progresso com uma série de imagens aéreas, além da comunicação com os seus clientes.

Como podemos ver neste artigo, a tecnologia e a eficiência possibilitada pelo uso de drones é cada vez mais importante para que avanços na agilidade, na economia e na qualidade de projetos de construção civil aconteçam no país.

Compartilhe em suas redes sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Posts Recentes

Inscreva-se para receber novidades

Receba nossas novidades assim que publicadas.

Posts Relacionados

Confira algumas matérias relacionadas com a que você está lendo!