5 dicas importantes antes de realizar um Curso de Pilotagem

Se está ansioso para iniciar seu curso sobre pilotagem de drones, saiba que será a melhor atitude a tomar, mas antes disso, leia estas 5 dicas que preparamos para você.

1 – Verificar se a instituição ou empresa tem experiência e quantos alunos e quais empresas já treinou

É importante que os instrutores sejam registrados na ANAC, tenham experiência e habilidade para captar imagens aéreas.

Independentemente, se você quer o curso para lazer ou negócios, o curso deve lhe ensinar a configurar, atualizar e calibrar seu drone, além de técnicas avançadas de pilotagem e tomadas aéreas de foto e vídeo. Assim, você se tornará um piloto qualificado para o mercado de trabalho.

2 – Metodologia abordada! Qual o conteúdo programático e o que você irá aprender com o Curso?

No mercado, você vai encontrar um bom número de empresas que oferecem curso de pilotagem de drones. Todavia, são poucas que realmente têm compromisso, conteúdo e experiência.

Procure um curso que ofereça aulas teóricas, introdução sobre as aeronaves, ou seja, ter um conhecimento consistente sobre software de planejamento da arquitetura do Drone, caso, futuramente, você necessite fazer manutenção preventiva, e, sobretudo, tenha conhecimento sobre a legislação para profissionais.

Por isso, antes de fazer sua inscrição verifique

  • horas de aulas práticas,
  • horas de aulas teóricas, que devem ser presenciais,
  • turmas que não excedam ao número de 5 alunos,
  • material bem elaborado,
  • aulas realizadas com os drones da escola,
  • explicações sobre a legislação,
  • uso software de captura de imagens,
  • informações de voo,
  • aprendizagem das configurações avançadas,
  • suporte de, pelo menos, 3 meses após a conclusão,
  • certificado de conclusão.

A propósito, não há necessidade de você ter conhecimento sobre drones para fazer o curso. Ou seja, não há pré-requisitos para o curso de pilotagem de drones.

Ao final do curso, espera-se que você tenha experiência com diversos modelos, capacitação e conhecimento técnico para o mercado de trabalho.

É possível também que você tenha formação de pilotos profissional registrado no DECEA, de acordo com o regulamento ICA 100-40.

3 – A empresa é da sua região ou estado? Tem conhecimento do seu mercado e realidade?

 É importante  que você busque informações sobre o curso, o local e, principalmente, sobre instrutores e aeronaves que irá pilotar. Agindo assim, você estará se precavendo e, ao mesmo tempo, buscando um bom curso.

Inicialmente, busque informações sobre os instrutores do curso. Se são experientes, em qual área eles atuam e se possuem certificados. Tudo isso para que você não corra riscos  com seu curso.

Em seguida, faça  um levantamento da escola. Verifique se a escola tem infraestrutura adequada para

aulas teóricas:

  • salas de aula,
  • computadores,
  • projetores.

estrutura física:

  • banheiros,
  • ar condicionado,
  • iluminação adequada.

aulas práticas:

Um bom curso de drone deve oferecer aeronaves próprias. É preciso verificar também sobre a qualidade dos equipamentos que serão usados no curso.

Para um bom curso e, por conseguinte, um bom treinamento, é preciso saber se máquinas são novas, se, durante as aulas, é usado um dispositivo móvel de qualidade como um tablet e outros acessórios que irão lhe favorecer a fazer um curso mais eficaz.

Para você pilotar um drone é preciso que adquira alguns documentos como

  • homologação da Anatel,
  • cadastro na ANAC,
  • liberação de voo do DECEA,
  • apólice do seguro obrigatório de responsabilidade civil – RETA,
  • manual de voo do drone, e
  • documento de avaliação de risco.

4 – Locais de realização do curso

Os locais para fazer aulas práticas não podem ser

  • públicos,
  • estacionamentos,
  • ruas,
  • praças e parques , pois oferecem riscos de segurança a todos os envolvidos.

O ideal é que o curso tenha uma unidade com toda infraestrutura, campo aberto e seguro para suas aulas práticas e  oferecer hospedagem inclusa,

5 – Após o curso a empresa te oferece alguma assessoria e acompanhamento? Quais os diferenciais?

O ideal é que a empresa ofereça algumas opções de suporte de no mínimo 3 meses após curso para tirar dúvidas que podem surgir depois do curso.

E aí, gostou das dicas? Então venha voar com a gente!

Compartilhe em suas redes sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Posts Recentes

Inscreva-se para receber novidades

Receba nossas novidades assim que publicadas.

Posts Relacionados

Confira algumas matérias relacionadas com a que você está lendo!